O que é o NATA?

Nos últimos posts temos apresentado à vocês os nomes que compõem a comissão técnica da ABEE. Esses profissionais integrarão o Núcleo de Apoio ao Técnico e Atleta (NATA). Abaixo explicaremos o processo de criação do NATA e qual a função dessa equipe.

De onde surgiu o NATA?

A ABEE precisava de um grupo multidisciplinar capacitado e experiente para levar a cabo a difícil tarefa de estabelecer as bases e direcionar o trabalho que deve ser feito com os atletas do time brasileiro de escalada esportiva. No intuito de criar a melhor estrutura possível para esta equipe a ABEE convidou um dos maiores estudiosos da escalada para a tarefa.

O NATA foi idealizado pela diretoria da ABEE em parceria com o Professor Dr. Rômulo Bertuzzi, Educador Físico e Professor Livre Docente da Universidade de São Paulo, que além de ser um pesquisador de renome internacional nas áreas do treinamento esportivo, fisiologia do exercício e estudos da fadiga, possui larga experiência com o treinamento de atletas de escalada.

Baseado nas ideias provenientes dessa parceria a equipe do NATA foi formada, que além dos dois profissionais já apresentados, Anderson Gouveia como Team Manager e Arthur Gáspari como Analista de Desempenho, também fazem parte do NATA-ABEE o escalador André Berezoski como Analista Técnico-Tático, o psicólogo esportivo Yan Cintra, o médico Malcon Botteon e a fisioterapeuta Manoela Vilarinho.

E o que faz o NATA?

A escalada de competição é ainda algo bastante recente dentro do cenário brasileiro, e a participação nos jogos olímpicos trás um desafio a mais para a comunidade mundial da escalada de competição. Sendo assim, nem todos os atletas e equipes tem o devido suporte técnico para desenvolver sua preparação, em todas as facetas necessárias, para competir em alto nível em eventos internacionais. O NATA surgiu para suprir essa lacuna.

O NATA surge para estabelecer calendários e metas de desempenho. Atuar principalmente na sugestão do planejamento macro da temporada de competições internacionais, focando eventos que seguem o regulamento IFSC. O NATA auxiliará atletas e técnicos na construção do cronograma de preparação esportiva, na escolha de eventos preparatórios e na distribuição dos componentes técnicos, táticos e físicos neste cronograma.

Dentre as funções da equipe técnica do NATA destacamos a construção, juntamente a atletas e técnicos, de estratégias e planos de logística para garantir a participação dos convocados nas melhores condições possíveis nos eventos internacionais. O NATA também atuará diretamente na elaboração de estratégias e táticas de competição para cada um nos diferentes eventos sempre visando o melhor resultado para a seleção.

A equipe técnica do NATA, a partir de avaliações periódicas, dará direcionamento ao trabalho técnico a ser desenvolvidos pelos atletas, junto aos seus treinadores e, sempre que possível, dará a eles suporte de metodologias e práticas utilizadas nos melhores times do mundo, que serão compartilhadas através de plantões de suporte regulares e em “camp trainings” específicos, com a presença de todo o time, visando assim a maior integração entre os atletas.

É função do NATA também suprir os atletas com acesso a avaliações e trabalhos complementares que possam não vir a fazer parte da sua preparação atual, como o suporte de um especialista em fisiologia do exercício, a preparação psicológica com profissional voltado à prática esportiva, além de médico e fisioterapeuta igualmente especializados na preparação de atletas, alguns deles já com experiência no esporte de alto rendimento e atuações junto a outras seleções com participações olímpicas.

Vale frisar que não será função do NATA treinar e preparar integralmente os atletas do time, até porque não existiria tempo hábil nem a logística, com atletas sediados em diferentes cidades, que permitiria esse tipo de preparação. Essa não é um dificuldade exclusiva do Time Brasil e até por isso o modelo adotado pelo NATA é utilizado por outros times esportivos nacionais e internacionais.

Sendo assim, a função do NATA, como o próprio nome diz, é dar apoio aos técnicos e aos atletas selecionados para o Time Brasileiro de Escalada Esportiva e trabalhar junto com eles para obter o melhor resultado possível nas competições internacionais.

Em posts futuros apresentaremos com maiores detalhes os outros membros do NATA: André Beresoski, Yan Cintra, Malcon Batteon e Manoela Vilarinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *