Critérios para Convocação dos Atletas da Seleção ABEE 2018

CIRCULAR 01/2017                                            Data: 18 de dezembro de 2017

 

Assunto: Critérios para Convocação dos Atletas da Seleção ABEE 2018

 

Prezados Associados,

Divulgamos nesta circular:

 

  • Ranking Brasileiro Overall adulto com base nos resultados dos atletas em competições nacionais nos últimos 12 meses
  • O Ranking Brasileiro do OVERALL das categorias pró juvenil B, juvenil A e júnior
  • Performance dos atletas brasileiros no Ranking Internacional 2017 e pontuação determinada pela ABEE.
  • A pontuação base de 2017 que ranqueia os atletas da categoria PRÓ (feminino e masculino) do 1º ao 20º colocado.
  • Planejamento de desenvolvimento técnico nacional sendo realizado em conjunto com a Comissão Técnica para efetivação em 2018

 

Desenvolvimento de sistema de pontuação e planejamento técnico para 2018

 

Para o ano de 2018, a diretoria da ABEE em conjunto com sua Comissão Técnica, segue desenvolvendo o trabalho de pesquisa e planejamento para aprimoramento e nova definição de pontuação nacional e internacional dos atletas da ABEE. Esse novo formato será divulgado oficialmente no mês de fevereiro de 2018.

No ano de 2018, será criado o Núcleo de Apoio ao Treinador e ao Atleta (NATA-ABEE), o qual objetivará, primordialmente, dar o suporte em termos de avaliação e aprimoramento da organização do treinamento dos atletas, bem como para os seus respectivos treinadores, convocados para a pré-avaliação dentro do Time-Brasil de Escalada 2018.

O NATA-ABEE está sendo idealizado e desenvolvido ao longo dos últimos meses em conjunto com o futuro treinador chefe da ABEE, o qual será oficialmente convidado para atuar em 2018, o Prof. Dr. Rômulo Bertuzzi. O Rômulo é educador físico e professor livre-docente na Universidade de São Paulo com experiência em treinamento de atletas nacionais. Mais detalhes sobre o seu currículo podem ser obtidos em http://lattes.cnpq.br/6471278386232940 O NATA-ABEE contará ainda com 2 assistentes técnicos, profissionais da área de Educação Física, a serem convocados para apoio nos trabalhos que serão futuramente realizados.

 

PROGRAMA DE  CONVOCAÇÃO DE SELEÇÃO de ESCALADA 2018

A distribuição mais avançada dos atletas para a Seleção 2018 será divulgada na segunda quinzena do mês de fevereiro de 2018 da seguinte forma:

– Os atletas serão, primeiramente, pré-convocados pelo treinador Chefe da ABEE até o término da 2ª quinzena do mês de janeiro de 2018.

– Esses atletas pré-convocados serão, posteriormente, alocados em Seleção A (3 atletas da categoria masculino Pró adulto e 3 atletas da categoria feminino Pró adulto) e Seleção B (2 a 3 atletas da categoria masculino; e 2 a 3 atletas da categoria feminino, podendo compor esta Seleção, a critério da Avaliação de Comissão Técnica, atletas do sub-20 juvenil A ou júnior).

– Para alocação dos atletas pré-selecionados em Seleção A e Seleção B, será realizada uma avaliação conduzida pela Comissão técnica em 2018, com a participação dos atletas pré-convocados. Essa avaliação para definição mais avançada ocorrerá durante primeiro encontro estratégico, a ser realizado na segunda quinzena do mês de fevereiro, em São Paulo, com data a ser definida.

 

– Informamos ainda que a Seleção Time-Brasil 2018 será constantemente dinâmica, conforme os eventos nacionais e internacionais forem ocorrendo.

Desta forma, a Comissão Técnica acompanhará todos os atletas de destaque em etapas do ranking nacional 2018, assim como em eventos internacionais e em atividades internas de avaliação de performance e preparação física nas 3 modalidades – Boulder, dificuldade e velocidade. A Comissão técnica seguirá com autonomia para convocar novos atletas para comporem a seleção, conforme considerar positivo e necessário ao longo do ano.

 

RANKING OVERALL NACIONAL 2017 – adulto

MASCULINO PRO cidade/Estado   colocação boulder (abril/2017) pontos colocação  dificuldade (nov./2017 ) pontos PONTUAÇÃO NACIONAL últimos 12 meses
Felipe Ho São Paulo – SP 1 3
85 1 120 205
Jean Ouriques Belo Horizonte-MG 2 2 100 3 85 185
Pedro Nicoloso Santa Maria – RS 3 1 120 0 0 120
Cesar Grosso São Paulo – SP 4   0 2 100 100
Jonas Leffeck Campo Alegre – SC 5 5 50 7 30 80
Eduardo Geovane Joinville – SC 4 60 15 6 66
Juan Lages Ouriques Belo Horizonte, MG 11 14 5 50 64
André Maeoka São Paulo – SP 0 0 4 60 60
 Melquior Saviotti Belo Horizonte – MG 17 4 6 40 44
Davi Fantino Silva – Brasíia, DF 10º 6 40 0 0 40
Aderito Marques Araujo Da Costa Neto São Paulo – SP 11º 7 30 0 0 30
Lucas Trotta Itajubá, MG 12º 10 18 13 10 28
Pedro Avelar 13º /sub20 0 0 8 26 26
Guilherme Garcia Mortean Londrina, PR 13º 8 26 0 0 26
Rodrigo Gomes Aguiar Belo Horizonte – MG 15º 9 22 0 0 22
Vitor Fujita Miyazaki – São José do Rio Preto, SP 15º 21 0 9 22 22
Alex Mendes Itamonte, MG 17º /sub20 0 0 10 18 18
Rafael Pimenta Belo Horizone – MG 17º 0 0 10 18 18
Nicolas Chang  São Paulo, SP 19º 12 12 0 0 12
Eric Teles Rio de Janeiro – RJ 19º 0 0 12 12 12
 Vitor Hiago Fernandes Silva – São Bento do Sapucaí, SP 21º 13 10 0 0 10
Bruno Milani RS 21º 0 0 13 10 10
Rodrigo Cesar Azevedo Miguel Brasília, DF 23º 14 8 0 0 8
Alexandre Rajagopalan  São Paulo, SP 24º 15 6 0 0 6
 Naoki Arima  Vitória, ES 25º 16 5 0 0 5
 Robson Silva –  São Paulo, SP 25º 23 0 16 5 5
Stefano Fiocca  São Paulo, SP 27º 18 3 0 0 3
 Gabriel Mariutti São Paulo, SP 28º 19 2 0 0 2
Arthur Fernandes Gáspari – Campinas, SP 29º 20 1 0 0 1
 Welisson Felipe da Silva – Itajubá, SP 30º 22 0 0 0 0
Octavio Bernardes São Paulo, SP 31º 24 0 0 0 0
FEMININO PRO boulder2017 dificuldade2017 pontuação nacional – 12 meses
Patrícia Antunes Belo Horizonte – MG 1 1 120 4 60 180
Anna Shaw São Paulo – SP 2 4 60 3 85 145
Thais Makino São Paulo – SP 3 7 30 2 100 130
Maira Villas Boas Belo Horizonte – MG 4 2 100 8 26 126
Bianca Castro Rio de Janeiro 5 0 0 1 120 120
Luana Riscado Rio de Janeiro 5 50 5 50 100
Camila Macedo Paraná 3 85 14 8 93
Hellen Cristina Curitiba – PR 6 40 6 40 80
Raiane Melo Belo Horizonte, MG 8 26 0 0 45
Ana Luisa Shiraiwa  São Paulo, SP 10ª 10 18 10 18 36
Najla Moufarrej de Sá Rio de Janeiro – RJ 11ª 0 0 7 30 30
 Jordana Agapito Goiânia, GO 12ª 9 22 0 0 22
Lais Akamine –  São Paulo, SP 12ª 11 14 9 22 22
Glauce Ibrahim Rio de Janeiro 14ª 0 0 11 14 14
Carla Reis São Paul-SP 15ª 0 0 12 12 12
Nina Felinto Rio de Janeiro – RJ 15ª 0 0 13 10 12
 Emanuelle da Rocha –  Belo Horizonte, MG 17ª 12 10 0 0 10
Yasmin Freitas Brasília, DF 18ª 0 0 15 6 6

 

 

RANKING OVERALL NACIONAL SUB 20 (junior, juvenil A, juvenil B

 atleta cidade/estado  boulder 2017 … Pontos dificuldade 2017 …pontos colcoação sub20 no nacional de boulder adulto pontos colocação sub20 no nac. dificuldadeadulto pontos pontuação nacional
MASCULINO JUNIOR
Felipe Ho São Paulo – SP 1 120 0 0 1 120 1 120 360
Alex Mendes Itamonte – MG 3 85 1 120 0 0 3 85 290
Vinicius Simioni Curitiba – PR 7 30 3 85 115
Nathan Cervo Alves São José do Rio Preto – SP 2 100 0 0 100
Luis Felipe Ota  São Paulo – SP 0 0 2 100 100
Caio Cesar Silva Rio de Janeiro- RJ 4 60 0 0 60
Arthur Scwark  São Paulo – SP 5 50 0 0 50
Mateus Martins Rio de Janeiro- RJ 6 40 0 0 40
Jonas Caitano da Silva Rio de Janeiro- RJ 8 26 0 0 26
Alexandre Tanhoffer  Curitiba – PR 9 22 0 0 22
MASC. JUVENIL A
Pedro Avellar Belo Horizonte – MG 1 120 1 120 0 0 2 100 340
André Batista Santos Belo Horizonte – MG 3 85 2 100 185
Theo Soares São Paulo – SP 2 100 5 30 130
Luis Guilherme de Souza 0 0 3 85 85
Felipe Hamdar Curitiba – PR 6 40 4 60 60
Rodrigo Alves Ferreira Rio de Janeiro- RJ 4 60 0 0 100
Diego Wistuba Curitiba – PR 5 50 0 0 50
Gabriel Lima Rio de Janeiro- RJ 7 30 0 0 30
MASC. JUVENIL B
Samuel Carlos S. Bento – SP 2 100 1 120 220
Lucca Macedo Curitiba – PR 5 50 3 85 135
Richard Schwark São Paulo – SP 1 120 0 0 120
Benjamin Sotero São Paulo – SP 3 85 0 0 85
Felipe Lucarelli Curitiba – PR 4 60 0 0 60
Thiago Figueiredo Goiânia – G0 6 40 0 0 40
Pedro Henrique Namba Goiânia – G0 7 30 0 0 30
João Henrique Araúlo S. José do Rio Preto – SP 8 26 0 0 26
Mateus Rodrigues Belotto São Paulo – SP 9 22 0 0 22
Rafael Vieira Taguatinga – DF 10 18 0 0 18
Rodrigo Iasi Hanada São Paulo – SP 11 15 0 0 15
FEMININO JUNIOR
 —–
FEMININO JUVENIL A cidade/esatdo
Clara Viegas Belo Horizonte – MG 1 120 2 100 220
Carol Nascimento Curitiba – PR 0 0 1 120 120
Luiza Miotto Martignago Curitiba – PR 0 0 3 85 85
FEMNINO JUVENIL B
Iasmin Freitas Brasília – DF 1 120 1 120 15ª / 1ª sub20 120 360
Manuela Cardoso Silva São Paulo – SP 2 100 0 0 100
Natália Soares S.Bento – SP 3 85 0 0 85

 

CLASSIFICAÇÃO ABEE DO DESEMPENHO DOS ATLETAS BRASILEIROS QUE PARTICIPARAM DO CIRCUITO INTERNACIONAL 2017 PRÓ ADULTO e SUB20

PONTUAÇÃO INTERNACIONAL: Divulgamos abaixo a classificação do desempenho, reconhecido pela ABEE, de atletas brasileiros em eventos IFSC nos últimos 12 meses.

Foram considerados para essa classificação os 2 melhores resultados em eventos IFSC. A explicação detalhada sobre os critérios de distribuição para cada margem alcançada pelos atletas brasileiros nas etapas internacionais pode ser localizada neste mesmo documento, no ANEXO 1.

 

MASCULINO PRO cidade/Estado Colocação na Copa do mundo  2017 – boulder- em  Munich, Suiça /total de atletas /  margem  / colocação BRA  pontos Colocação na Copa do mundo  2017 – dificuldade em  Villars, Suiça /total de atletas/ margem/-  colocação BRA  pontos Colocação na Copa do mundo  2017 – dificuldade em  Chamonix, FR /total de atletas/ margem/-  colocação BRA  pontos Colocação na Copa do mundo  2017  – dificuldade  em  Arco, IT/  /total de atletas / margem/ colocação BRA pontos PONTOS INTERN.
Cesar Grosso São Paulo – SP 47/77/ 62%  /1ª BRA 60%= 72 pts 69/83 / 84% / 1º BRA 40% = 48 pts 45/85/ 54% / 1º BRA 70% = 84 pts 156
Jean Ouriques Belo Horizonte-MG 103/152 /68% / 1º BRA 60% = 72 pts 73/85/86%/ 3º BRA 40% = 48  pts 120
Felipe Ho São Paulo – SP 49/85/ 58%/ 1º BRA 70% – 84 pts 84
Pedro Nicoloso Santa Maria – RS 115/152 /76% / 2º BRA 50% = 60 pts 60

 

FEMININO INTERNACIONAL:  NÃO HOUVE A PARTICIPAÇÃO DE NENHUMA ATLETA BRASILEIRA NO CENÁRIO INTERNACIONAL EM 2017. _______________________________________________________________

 

PERFORMANCE INTERNACIONAL e TOTAL (total= soma nacional e internacional) das CATEGORIAS SUB20

 

ATLETAS colocação  no PAN. na sua categ / total de participantes overall pontos colocação PAN  na sua categ. /melhor resultado pontos mundial sub20 (agosto 2017):  colocação brasileira pontos  total  internacional 2017 TOTAL NAC. + INT.
MASCULINO JUNIOR 
Felipe Ho 5º / 21/100% 120 59/87/68% 72 192 552
Alex Mendes 290
Vinicius Simioni 21/21 36 36 151
Nathan Cervo Alves 100
Luis Felipe Ota 100
Caio Cesar Silva 60
Arthur Scwark 50
Mateus Martins 40
Jonas Caitano da Silva 26
Alexandre Tanhoffer 22
MASC. JUVENIL A
Pedro Avellar 340
André Batista Santos 185
Theo Soares 130
Luis Guilherme de Souza 28/28 36 36 121
Felipe Hamdar 60
Rodrigo Alves Ferreira 60
Diego Wistuba 50
Gabriel Lima 30
MASC. JUVENIL B
Samuel Carlos 120
Lucca Macedo 135
Richard Schwark 120
Benjamin Sotero 85
Felipe Lucarelli 60
Thiago Figueiredo 40
Pedro Henrique Namba 30
João Henrique Araúlo 26
Mateus Rodrigues Belotto 22
Rafael Vieira 18
Rodrigo Iasi Hanada 15
FEMININO JUNIOR
 —–
FEMININO JUVENIL A
Clara Viegas 220
Carol Nascimento 120
Luiza Miotto Martignago 85
FEMININO JUVENIL B
Iasmin Freitas 276
Manuela Cardoso Silva 100
Natália Soares 85

Para pontuação internacional em 2017, foi conferida aos atletas brasileiros os 2 melhores resultados em eventos IFSC, da seguinte forma:ANEXO 1:  Formato de pontuação de atleta brasileiro em eventos internacionais em 2017

– 30% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram na margem entre 91 e último colocado em evento mundial IFSC

– 40% da pontuação base dos nacionais atletas brasileiros que ficaram na margem entre 81 a 90% em evento mundial IFSC

– 50% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram na margem entre 71 e 80% em evento mundial IFSC

– 60% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram na margem entre 61 e 70% em evento mundial IFSC

– 70% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram na margem entre 51 e 60% em evento mundial IFSC

– 80% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram dentro da margem dos 41 a 50%  atletas mais bem colocados em evento mundial IFSC

– 90% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram dentro da margem dos 31 a 40% mais bem colocados em evento mundial IFSC

– 100% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram dentro da margem dos 21 a 30% mais bem colocados, considerando ainda a diferença de 5 pontos adicionais para os brasileiros mais bem colocados, caso haja mais de um colocado na mesma margem.

– 150% da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram dentro da margem dos 9 a 20% mais bem colocados, considerando ainda a diferença de 5 pontos adicionais para os brasileiros mais bem colocados, caso haja mais de um na mesma margem.

– 200 % da pontuação base dos nacionais para atletas brasileiros que ficaram dentro da margem do 1 a 8% mais bem colocados, com a diferença de 5 pontos adicionais para os brasileiros mais bem colocados caso haja mais de um na mesma margem.

– bônus de 50 pontos para medalhistas (entre 1º e 3º lugar)

– 100% da pontuação base, caso o atleta seja finalista de um Campeonato Pan-americano IFSC  ou Open Panamericano na sua categoria, considerando ainda a classificação brasileira na etapa do 1º ao 8º lugar para pontuação.

– 120% da pontuação base do 1º lugar nos nacionais, caso o atleta brasileiro seja medalhista (1º ao 3º) em um Campeonato Pan-americando IFSC ou Open Pan-americano na sua categoria, com a diferença de um ponto adicional para o brasileiro mais bem colocado no podium.

 

 

Anexo 2: SISTEMA DE PONTUAÇÃO BASE 2017

colocação nacional pontuação
1 120
2 100
3 85
4 60
5 50
6 40
7 30
8 26
9 22
10 18
11 14
12 12
13 10
14 8
15 6
16 5
17 4
18 3
19 2
20 1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *